Boyhood: da Infância à Juventude


Boyhood: o diretor Rchard Linklater filmou por 12 anos

O que há de diferente entre um documentário com vocação para estudo acadêmico e um drama sensível e envolvente? Ora, o domínio das técnicas narrativas e a determinação em produzir uma obra com relevância artística.
------------------------------
            Em Boyhood: da Infância à Juventude, filme de 2014, o diretor Richard Linklater soube se desviar de todas as armadilhas que sua ideia criativa e original poderia lograr. Posicionou sua câmera com discrição, enquadrou seus personagens com respeito e deixou que eles decidissem os rumos da história. Mas em momento algum deixou que a passagem do tempo se tornasse a atração principal. Como na vida, só nos damos conta dela pelos rastros que deixa.
            Linklater levou 12 anos captando as imagens que usaria em seu filme, para contar a história de Mason, um garoto de seis anos criado por pais separados, em sua trajetória até ingressar na faculdade aos 18 anos. O projeto cinematográfico foi bem idealizado e realizado: a cada ano a equipe se reunia por três ou quatro dias para ajustar o roteiro e realizar as filmagens.
            A mágica acontece enquanto vemos Ellar Coltrane - que interpreta o garoto - e seus parceiros de elenco, Patricia Arquette, Lorelei Linklater e Ethan Hawke, sofrendo a ação dos anos e desenhando um retrato sensível do dia-a-dia de gente comum, seus dramas e alegrias. Um filme para ver e rever.

Comentários

Leia também: