Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Fantasia

Mussum, Keanu Reeves e os Beatles: uma combinação inusitada

Imagem
Submarino Amarelo: filme dirigido por George Dunning SARGENT PEPPER E SUA BANDA ACABAM COM QUALQUER PANDEMIA DE TRISTEZA Alguém aí anotou a placa do ano que furou o sinal, atropelou nossos planos e passou por cima das nossas rotinas? Como diria o Mussum, Keanu Reeves! Começamos 2020 ambicionando prosperar, mas tivemos que nos contentar em apenas sobreviver. 2021 não foi diferente. O que esperar de 2022?           Alguns setores da economia não tiveram do que reclamar, outros... faliram. Como país, ficamos mais pobres porque produzimos menos. Ficamos mais ignorantes porque estudamos menos. Ficamos mais vulneráveis, porque nos dividimos e nos isolamos.  Pandemia e politicagem formaram uma dupla desafinada e estridente, que buzina com uma insistência de enlouquecer. Falsas dicotomias surgem a cada noticiário, insinuando que o bem comum e os direitos individuais são irreconciliáveis. Escolhemos um dos lados e nos entrincheiramos nas redes sociais, disparando sem piedade contra quem está e

O Curioso Caso de Benjamin Button: Brad Pitt em todas as idades

Imagem
O Curioso Caso de Benjamin Button: filme dirigido por David Fincher MÁGICA DIGITAL PARA TRANSFORMAR UM CONTO EM CINEMA Escrito na década de 1920 por F. Scott Fitzgerald, um dos mais renomados escritores americanos, o conto O Curioso Caso de Benjamin Button virou filme nas mãos do diretor David Fincher em 2008. O projeto circulava há décadas pelos estúdios de Hollywood, tendo passado pelas mãos de diretores como Steven Spielberg e Spike Jonze. Pelas lentes de FiNcher – que traz no currículo filmes como Se7en – Os Sete Crimes Capitais , Clube da Luta e o recente Mank – a história ganhou um tratamento visual refinado, subordinando a computação gráfica ao contexto dramático, sem usar a tecnologia como mera pirotecnia.           Ainda assim, foram as mágicas digitais que tornaram possível contar a fascinante história do sujeito que nasce velho e rejuvenesce a cada dia, na contramão de todos nós. Benjamin Button nasceu octogenário, numa Nova Orleans à época da Primeira Guerra Mund

A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça: nessa história, o assassino é de origem sobrenatural

Imagem
A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça: dirigido por Tim Burton UM FILME ONDE OS EFEITOS VISUAIS SÃO USADOS EM FAVOR DA ARTE Histórias de fantasia e suspense, quando contadas por um diretor que domina a linguagem visual e é dono de uma estética original, preenchem a tela com cenas inusitadas e surpreendentes. A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça , de 1999, é um dos filmes mais bonitos de Tim Burton. É sim um filme de terror e suspense, mas o que salta aos olhos é mesmo a sensibilidade artística com que foi realizado.            O filme nos conta uma história sobrenatural, que se passa em em 1799. O protagonista é Ichabod Crane (Johnny Deep), um detetive de Nova Iorque destacado para investigar uma série de assassinatos misteriosos no pequeno condado conhecido como Sleepy Hollow. Lá ele encontra vítimas decapitadas e uma atmosfera tão densa de mistério que irá abalar suas convicções na ciência e na racionalidade. Aos poucos, guiado pelos habitantes locais, o detetive vai percebendo que os eventos

A Casa do Lago: um remake que acertou na atmosfera romântica

Imagem
A Casa do Lago: filme dirigido por Alejandro Agresti PRODUÇÃO AMERICANA, DIRETOR ARGENTINO E ENREDO ORIENTAL – Como é que ainda não tinha visto esse filme? – perguntei em voz alta, enquanto inspecionava os créd itos finais co m o controle remoto na mão.          – Pois eu é que te pergunto! – ironizou Ludy. – Com essa, é a terceira vez que assisto!         – É que eu pensei que era só mais um romancezinho enjoado...         Para minha surpresa, A Casa do Lago , filme de 2006 dirigido pelo argentino Alejandro Agresti, está longe de ser uma daquelas produções românticas feitas para agradar apenas ao público feminino, com apelos fáceis e clichês em série. Tem conteúdo, ritmo, uma atmosfera envolvente e muito charme. Ou seja: é cinema de qualidade.         Na minha mente, o par Keanu Reeves e Sandra Bullock ainda estava associado aos filmes de ação rasos, repletos de tiros, bombas e ônibus fora de controle. Para minha surpresa, em A Casa do Lago eles assumiram um tom contido, sem as idios

Bird Box: entidades sobrenaturais monstruosas criam o apocalipse

Imagem
Bird Box: filme dirigido por Susane Bier ABRIRAM A CAIXA DE CLICHÊS! A dinamarquesa Susanne Bier ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro em 2010, com o filme Em um Mundo Melhor . Infelizmente, tal façanha não fez diferença alguma quando ela dirigiu Bird Box , de 2018, estrelado por Sandra Bullock. Nesse thriller pós-apocalíptico, com uma protagonista feminina às voltas com criaturas misteriosas e mortais – que o público coloca, por comparação, na mesma prateleira de Um Lugar Silencioso – há doses generosas de suspense e tensão. Mas se a ideia inicial é boa, o roteiro de Eric Heisserer não conseguiu evitar os clichês do gênero. Faltou originalidade. Antes de começar a descer a lenha, vamos examinar a sinopse:           A protagonista de Bird Box é Malorie (Sandra Bullock), uma mulher grávida, em plena maturidade, que não está preparada para ser mãe. De repente, seus temores em relação à maternidade se apequenam diante de uma estranha catástrofe que se abate sobre o mundo, feito apo

Sem Limites: fantasia sobre a droga da inteligência

Imagem
Sem limites: filme dirigido por Neil Burger UMA BOA IDEIA CONTADA COM ESTILO E HABILIDADE PARA ENTRETER Pensar mais rápido, lembrar de tudo o que já leu na vida, aprender qualquer coisa em segundos... Quem não sonha em ter o superpoder da inteligência? Esse é o tema fascinante desfiado em  Sem Limites , filme de 2011 dirigido por Neil Burger. Trata-se de um filme de ação acima da média e seu trunfo está no roteiro escrito pela experiente Leslie Dixon. Ela criou um script repleto de oportunidades para que o espectador imagine o que faria no lugar do personagem. Suas armações para escapar das enrascadas, que se acumulam em série, ganham credibilidade na direção segura de Neil Burger.           O filme conta a história de Eddie Morra (Bradley Cooper), um pretenso escritor, deprimido e desleixado com a vida, que topa com uma poderosa droga capaz de amplificar sua capacidade intelectual. De comprimido em comprimido, ele vai se tornando um gênio em qualquer assunto que desperte seu intere

A Origem: uma jornada pelo mundo dos sonhos

Imagem
A Origem: filme dirigido por Christopher Nolan PLANTANDO SEMENTES DE IDEIAS NO SOLO ONDE ELAS CRESCEM: O INCONSCIENTE Uma ideia original e um roteiro trabalhado à exaustão. Tratamento visual apurado e trilha sonora emocionante. Ação bem orquestrada e elenco carismático.... Com tantos atributos positivos, A Origem , realizado em 2010 por Christopher Nolan, já seria um grande filme. Mas então nos deparamos com um protagonista bem construído, com profundidade psicológica e um arco dramático comovente. Isso eleva a qualidade do filme e o destaca dentro do gênero ficção científica. Não foi à toa que amealhou fãs de todas as faixas etárias.           A Origem consumiu um orçamento milionário, com o qual poucos realizadores conseguem... sonhar. Mas nesse caso, dinheiro não foi tudo! A habilidade de Christopher Nolan para contar com agilidade uma história tão intrincada, foi crucial. Aqui ele aborda um tema com densidade incomum para um filme de ação e nos leva a percorrer, literalmente, os