Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Faroeste

A Salvação: faroeste dinamarquês sobre vingança e o preço que ela cobra

Imagem
A Salvação: dirigido por Kristian Levring A NATUREZA HUMANA BARRANDO O PROCESSO CIVILIZATÓRIO Para falar de A Salvação , faroeste dirigido em 2014 por Kristian Levring, talvez seja mais prudente começar mencionando o Dogma95, movimento cinematográfico do qual o diretor foi integrante. Não que haja paralelos estéticos entre os cânones criados pelos cineastas da Dinamarca em 1995 e esse filme sombrio, inspirado em grandes clássicos de um gênero americano...  Crônica exclusiva para apoiadores. Para continuar lendo, torne-se um apoiador.   APOIE QUEM GERA CONTEÚDO DE QUALIDAE Com apenas R$8,00 você participa da minha campanha na  Apoia.se  e me ajuda a continuar escrevendo novas crônicas. Clique aqui!

Django Livre: era escravo, mas virou pistoleiro implacável

Imagem
Django Livre: filme dirigido por Quentin Tarantino TARANTINO VAI DIRETO NA ESSÊNCIA DO WESTERN: A LIBERDADE! Digamos que você esteja escrevendo um roteiro e precisa tomar uma série de decisões envolvendo o protagonista. As escolhas e ações por ele empreendidas determinarão o desenrolar da trama. Porém, para transmitir credibilidade, você precisará alcançar a verdade interior do personagem. Precisará responder a uma pergunta essencial: qual é a sua principal motivação? O que de fato o move em sua jornada ao longo da história? Personagens complexos se alimentam de um composto de motivações. Personagens rasos, precisam de apenas uma obsessão e fazem o tipo mais comum entre aqueles que povoam os filmes de ação.           Pensando comercialmente, talvez você prefira definir a motivação mais óbvia e fácil de ser aceita e compreendida pelo grande público: a vingança! Qualquer criança sabe se colocar no lugar de quem anseia por desforra, principalmente se ela serve como reparação de uma injust

Relatos do Mundo: filme estrelado por Tom Hanks

Imagem
Relatos do Mundo: filme dirigido por Paul Greengrass UM CONTADOR DE HISTÓRIAS E UMA ORFÃ JUDIADA ENCONTRAM O CAMINHO DA ESPERANÇA Recém-lançado pela Netflix, Relatos do Mundo , filme de 2020 dirigido por Paul Greengrass traz na capa um apelo irresistível: Tom Hanks. Ao dar de cara com a foto do ator usando barbas grisalhas, Ludy não pensou duas vezes:           – Olha só! Esse deve ser legal! Tá a fim de conferir?           – Só se for agora – concordei de pronto. Sem esconder a empolgação, liguei a matraca e comecei a desfiar um monte de explicações – Ah, esse é o novo western do mesmo diretor de Capitão Philips  e 22 de Julho ! Ele gosta de filmar com a câmera nervosa e manda muito bem nos thrillers de ação. Lembra daquele segundo filme da trilogia Bourne? Pois é, vários diretores passaram a copiar o estilo dele...           – Tá legal... mas podemos ver o filme? Depois você fala disso tudo lá na Crônica de Cinema.           Minha mulher estava certa! Filmes precisam ser avaliados pe

Os Irmãos Sisters: dois pistoleiros numa história diferente

Imagem
Os Irmãos Sisters: filme dirigido por Jacques Audiard NÃO É NENHUMA RENOVAÇÃO DO WESTERN, MAS É CINEMA PROVOCANTE E INTELIGENTE O título é uma piada sem graça. O filme, pesado demais para uma comédia, não alcança densidade para ser um verdadeiro drama. É um western porque se passa no Oregon em 1851, mas a história pode se encaixar em qualquer época e lugar. E o diretor é um francês, que faz a adaptação de um romance escrito por um canadense. Tudo isso faz de Os Irmãos Sisters , de 2018, um filme inusitado, que merece ser visto. John C. Reilly e Joaquin Phoenix estão ótimos!           Para preservar o efeito disparatado do título original em inglês, talvez em português pudéssemos ter ficado com... Os Irmãos Irmãs – mas não soaria nada bem. O fato é que Eli Sisters e Charlie Sisters são dois assassinos de aluguel que exalam masculinidade por todos os poros – como, aliás, é praxe em todos os filmes de bangue-bangue. Trabalham para o poderoso Comodoro, que os contrata para perseguir, captu

Os Indomáveis: filme de 2007 é um western moderno com muita ação

Imagem
Os Indomáveis: filme dirigido por James Mangold UM FILME ANCORADO EM ÓTIMOS PERSONAGENS De um lado, um fora da lei conhecido e popular. De outro, um rancheiro falido, mas imbuído de sólidos valores familiares. O destino coloca os dois em conflito, numa trama onde um deles sairá derrotado.  Os Indomáveis , filme de 2007, dirigido por James Mangold e estrelado pelos astros Russel Crowe e Christian Bale é um autêntico western, mas contado numa linguagem ágil e moderna, forjada nos atuais filmes de ação.           O diretor James Mangold, que mais recentemente realizou o ótimo  Ford vs Ferrari , sempre se mostrou um especialista em dirigir atores. Em   Os Indomáveis ele parte de um clássico do gênero e incorpora novos conceitos para agradar as plateias mais jovem. Seu filme é um remake de Galante e Sanguinário - 3:10 To Yuma , realizado em 1957 por Delmer Daves e estrelado por Glenn Ford e Van Heflin. O roteiro original é de Halsted Welles e foi baseado num conto escrito em 1953 por Elmo

Os Imperdoáveis: o melhor filme de Clint Eastwood

Imagem
Direção: Clint Eastwood O DIRETOR CERTO PARA FILMAR UM ROTEIRO IMPECÁVEL Western, bangue-bangue, filme de caubói... Dizem que é um gênero americano por excelência, mas penso nele como sendo universal: um homem, suas crenças e seus valores, resolvendo as diferenças com a vida por conta própria. Defendendo-se do que considera injusto. Agindo de acordo com o que lhe sussurra a própria consciência. Nada de estado, nada de burocracia, nada de labirintos jurídicos! É claro que a violência acaba ganhando espaço nesse tipo de filme, afastando o público mais sensível. Tanto é que durante décadas o Óscar torceu o nariz para o gênero. Desde que Cimarron ganhou o prêmio de melhor filme em 1931, o próximo western a repetir a façanha foi Dança com Lobos e isso sessenta anos depois, em 1991. Mas então, passados apenas dois anos, vem Clint Eastwood com seu Os Imperdoáveis e arrasa. Sai com quatro estatuetas: melhor filme, melhor diretor, melhor ator coadjuvante – para Gene Hackman – e melhor mont