Chernobyl


Chernobyl: série em em 6 episódios


Série em capítulos, ou episódios? Uma única temporada, ou várias? A profundidade dramática do cinema ganhou outros formatos e ampliou nossas opções de divertimento. Estamos virando serial cinéfilos!
------------------------------
            Algumas séries feitas para a televisão são como longos filmes, com horas e horas de duração. Nada devem em densidade àquilo que nos acostumamos a ver no cinema. São arrebatadoras como Chernobyl, que conta a terrível história do famoso acidente ocorrido na usina nuclear de Chernobyl, na Ucrânia, em 1986. Ao longo de cincos episódios vamos nos envolvendo em todos os detalhes do mais terrível desastre ambiental já provocado pelo homem, que custou milhares de vidas.
            Está tudo lá: o despreparo de técnicos desleixados, o cinismo do aparato estatal que só pensa na autopreservação, a cumplicidade criminosa dos burocratas, a ingenuidade dos habitantes... Mas há também os sacrifícios heroicos que salvaram vidas, a comoção e a solidariedade que vem de onde não se espera, o empenho e a criatividade deu homens e mulheres de várias profissões que aos poucos foram descobrindo o que e como fazer...
            A série criada por Craig Mazin é uma produção inglesa e americana, exibida pela HBO. Tem direção de Johan Renck e um elenco competente, encabeçado por Jared Harris, Stellan Skarsgård e Emily Watson. A densidade dramática de cada episódio ganha um reforço de peso: a presença da compositora islandesa Hildur Guðnadóttir, que assina a trilha sonora. É de arrepiar! Trata-se da mesma música que compôs a trilha de Coringa, e vem impondo sua sensibilidade artística em várias produções de qualidade.
            Chernobyl é uma ótima dica para quem quer experimentar uma série. Maratonei e amei! E você? Prefere assistir a tudo de uma vez ou gosta de degustar aos poucos?

Comentários

Leia também: