Rocketman: verdade dramatizada tocando nos temas polêmicos


Rocketman: filme estrelado por Taron Egerton

UM ÓTIMA CINEBIOGRAFIA, REALIZADA COM TALENTO E SENSIBILIDADE ARTÍSTICA

Assisti ao filme Rocketman achando que veria apenas uma resposta aos artistas rivais retratados em Bohemian Rhapsody. Ledo engano! A vida de Elton John foi dramatizada com mais competência, desenvoltura narrativa e sensibilidade artística. Nos chega como uma cinebiografia autorizada, mas construída com a mesma sinceridade que percebemos nas canções de Elton John.
        O filme realizado em 2019 é dirigido por Dexter Fletcher e escrito pela roteirista britânica Lee Hall. Narra a vida de Elton John desde a infância, sua escalada rumo ao sucesso, sua parceria musical com Bernie Taupin, suas realizações como um dos maiores artistas pop do planeta. E não esconde os temas polêmicos: drogas, alcoolismo, depressão, relacionamentos amorosos, a esfuziante vida sexual marcada por excessos...
        Tudo aquilo que vem de Elton John é complicado e sua cinebiografia não poderia ser diferente. Há décadas congestionada nos trâmites da indústria cinematográfica, a produção finalmente teve início em 2018. E que produção! O elenco todo arrasa em interpretações que esbanjam talento e naturalidade, mas o destaque vai para Taron Egerton, que consegue grande semelhança física com o cantor – feito um sósia de Chaplin que tirou o primeiro lugar no concurso por ter encarnado o personagem melhor do que o próprio!
        Não é exagero. Egerton nos faz enxergar Elton John o tempo todo e interpreta todas as canções dispensando as dublagens. Seu talento legítimo e sua competência artística elevam a qualidade do filme a níveis surpreendentes. E para completar, o roteiro bem costurado criou ótimas oportunidades para que ele pudesse mostrar seu desempenho dramático. Rocketman chegou ao Óscar e levou a estatueta de melhor canção original: (I'm Gonna) Love Me Again, assinada por Elton John e Bernie Taupin.
        O espectador conhece o personagem e sabe tudo sobre sua vida. Onde vai acertar, porque vai errar, quando vai vencer... Ainda assim consegue surpreender, porque os realizadores souberam mostrar o drama onde a mídia só costuma enxergar a fama. As canções de sucesso foram intercaladas com critério e atreladas à narrativa, mostrando que os realizadores não estavam interessados somente em falar aos fãs, mas também em alcançar novos públicos, renovando o fôlego da máquina Elton John de fazer dinheiro.
        Em Rocketman há momentos tratados com sensibilidade e emoção, principalmente os que envolvem o relacionamento criativo entre o cantor e seu letrista. Prodígio, ousadia, criatividade, excessos, arrependimentos, sucesso… Está tudo lá. É entretenimento de qualidade, para ser degustado com prazer!



Fabio Belik é autor do livro Ventania

Um romance com sotaque de cinema. Em 278 páginas narra a história de Daniel, um garoto de 9 anos que em 1969 se vê às voltas com o abandono, vivendo momentos de amadurecimento e superação. À venda no Clube de Autores.


 

Filme: Rocketman


Ano de produção: 2019
Direção: Dexter Fletcher
Roteiro: Lee Hall
Elenco: Taron Egerton, Jamie Bell, Richard Madden e Bryce Dallas Howard

Comentários

Leia também:

Junte-se aos seguidores da Crônica de Cinema