O Dilema das Redes: propaganda disfarçada de documentário


Dilema das Redes: filme dirigido por Jeff Orlowsky

NÃO PASSA DE UMA PEÇA DE PROPAGANDA A FAVOR DA REGULAMENTAÇÃO DAS REDES SOCIAIS

As grandes corporações da mídia perderam poder com o advento da internet. O que fazem agora? Dizem que as redes sociais são “malvadas”, para inventar meios de controlá-las. Querem que tudo volte a ser como antes: apenas o consórcio formado pela imprensa, a grande mídia e os políticos fazendo a cabeça do povo. O Dilema das Redes, filme de 2020 dirigido por Jeff Orlowski é uma peça de propaganda arquitetada para acabar com a liberdade na internet.
        A mídia manipulando jovens para influenciar seus hábitos não é novidade. Desde que Gutemberg inventou a imprensa jamais tivemos paz. A diferença é que agora há uma inteligência artificial capaz de refinamentos inimagináveis. Somos bombardeados por mensagens sedutoras? Sim! Mas temos uma liberdade de escolha sem paralelos com outras épocas. Lemos, assistimos, escutamos e interagimos com a informação de forma rápida e diversificada, sem que haja caciques dizendo o que é melhor para nós.
        Por meio das redes sociais as pessoas comuns se apropriaram de uma bela fatia da indústria cultural. Mas as grandes corporações da mídia querem evitar a concorrência, dificultando o ingresso de novos players nesse mercado. Paradoxalmente, são contra a liberdade de expressão. Desejam regular a internet e as redes sociais, impondo barreiras econômicas e exigências legais que apenas as corporações alinhadas com o estado são capazes de cumprir. Para que tudo permaneça sob seu controle, encontraram uma solução: criar peças publicitárias disfarçadas de conteúdo cultural para nos convencer que a liberdade é ruim. Que nós e nossos filhos - coitadinhos - somos tão idiotas e vulneráveis que não sabemos o que fazer com a liberdade que conquistamos.
        O Dilema das Redes, documentário que a Netflix acaba de lançar, só tem um objetivo: dizer que a internet precisa ser controlada - o eufemismo que usam é “regulamentada”. Por meio de depoimentos e entrevistas com supostas autoridades, o filme mostra apenas um lado da questão. Jamais abre o tema para discussão e nos impõe um falso dilema, como se fosse preciso acabar com a liberdade que impera nas redes para sermos donos dos nossos próprios narizes!

Filme: O Dilema das Redes


Data de produção: 2020
Direção: Jeff Orlowsky
Roteiro: Jeff Orlowisky
Elenco: Skyler Gisondo, Kara Hayward e Vincent Kartheiser

Comentários

Postar um comentário

Gostou do texto? Deixe sua opinião.

Leia também:

Siga a Crônica de Cinema