Noite Sem Fim: filme de ação com Liam Neeson

Noite Sem fim: filme dirigido por Jaume Collet-Serra

UM THRILLER, BEM DIRIGIDO, BEM FOTOGRAFADO E MUITO BEM INTERPRETADO

Desconhecido, Sem Escalas, O Passageiro... São títulos de filmes de ação que trazem pelo menos dois pontos em comum com Noite Sem Fim: a presença de Liam Neeson interpretando o protagonista e a direção de Jaume Collet-Serra criando uma envolvente atmosfera de tensão e suspense. A fórmula se mostrou comercialmente poderosa e aqui chega ao seu estado da arte.
        O thriller Noite Sem Fim traz doses mais opulentas de violência e trata do universo das máfias que se estabeleceram em Nova Iorque. Dessa vez as famílias retratadas são irlandesas, de fé católica. Há muita fúria, alguns estereótipos e exageros típicos do gênero, mas encontramos personagens mais densos e elaborados – guardando-se todas as proporções com os dramas sobre a máfia, é claro.
        O roteiro que o diretor Jaume Collet-Serra filmou com desenvoltura e apuro técnico foi escrito por Brad Ingelsby. Conta a história de Jimmy Conlon, vivido por Liam Neeson, um matador profissional a serviço de Shawn Maguire, um chefão do crime organizado interpretado por Ed Harris. Há muito são amigos leais, mas a vida de crimes os fez diferentes. Jimmy se desgarrou da família e alimentou seus demônios internos com mau-caratismo e álcool. Shaw adquiriu algum verniz de refinamento e se dedicou à família, construindo um lucrativo empreendimento criminoso.
        Quando o filho próximo e mimado do chefão tenta matar seu filho distante e amargurado, Jimmy age instintivamente como pai protetor. Mata o filho de Shaw! Agora, tudo vira uma questão de vingança, numa sequência desenfreada de ações e perseguições por toda Nova Iorque. Ao longo de uma noite interminável, um pai e um filho que não se entendem farão de tudo para sobreviver.
        Noite Sem Fim é uma história sobre pais e filhos, baseada no relacionamento e no caráter de cada personagem. Ela é contada por meio das ações que eles praticam, mas também pela forma como o mundo os vê. Em diferentes medidas, todos já se consideram almas condenadas, com nada mais a perder. Cada um, ao seu modo, busca redenção. Esse pano de fundo dramático não é problema para Liam Neeson, cujo talento é mais uma vez bem aproveitado num filme que privilegia a ação desenfreada. Mas dessa vez o astro ganhou um reforço: ele contracena com Joel Kinnaman, que também tem ótima presença na frente das câmeras. Ed Harris, como sempre, dá conta do recado.
        Mas é preciso que se diga: uma das maiores proezas de Noite Sem Fim está na sua incrível fotografia, assinada por Martin Ruhe. A ela se juntam os efeitos digitais que descortinam um mapa geograficamente preciso de Nova Iorque e insere a cidade como mais um personagem ativo do filme.



Fabio Belik é autor do livro Ventania

Um romance com sotaque de cinema. Em 278 páginas narra a história de Daniel, um garoto de 9 anos que em 1969 se vê às voltas com o abandono, vivendo momentos de amadurecimento e superação. À venda no Clube de Autores.



Filme: Noite Sem Fim


Ano de produção: 2015
Direção: Jaume Collet-Serra
Roteiro: Brad Ingelsby
Elenco: Liam Neeson, Joel Kinnaman, Vincent D'Onofrio, Ed Harris, Boyd Holbrook

Comentários

Leia também:

Junte-se aos seguidores da Crônica de Cinema