Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento: ganhou fama e fortuna


Erin Brockvich: filme dirigido por Steven Soderbergh

UM FILME DESTINADO AO SUCESSO

Há muito sucesso envolvido em Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento, filme de 2000 dirigido por Steven Soderbergh. Em primeiríssimo lugar, temos o sucesso de... Erin Brockovich, a personagem que dá título ao filme e teve sua história incrível revelada para o mundo. Em seguida, temos o sucesso de Julia Roberts, que quando aceitou o papel da protagonista estava no auge da carreira e por ele acabou ganhando seu Óscar de melhor atriz. E temos que computar ainda o sucesso do próprio diretor, que de repente se viu no topo , entre os melhores cineastas de Hollywod – ganhou respeito imediato com Sexo, Mentiras e Videotape e o multiplicou com Traffic, Onze Homens e um Segredo e muitos filmes mais.
        Pena que o grande sucesso de público e crítica conquistado por Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento tenha ofuscado o brilho dessa história real, que foi muito bem contada. Nesse drama biográfico inspirador, somos apresentados a uma mulher de personalidade forte, talentosa e determinada que, praticamente sozinha, quase levou a nocaute uma grande empresa de energia da Califórnia, provando que era ela a culpada pela poluição que estava causando doenças letais na população.
        O filme mostra a jovem, bela e carismática Erin Brockovich (Julia Roberts), uma mulher comum que batalha para manter seus três filhos pequenos, mas passa por uma grave crise financeira. Depois que perde na justiça um processo contra o sujeito que bateu em seu carro, ela consegue um emprego no escritório do advogado Ed Masry (Albert Finney). Lá ela mergulha na rotina burocrática e enfrenta duas forças inimigas: o despeito das colegas invejosas que não acreditam que haja espaço para a inteligência em sua estampa esfuziante e as irritantes fichas médicas desimportantes, que precisa arquivar para organizar um processo imobiliário contra a companhia de energia local. Mas onde ninguém estava prestando atenção, ela enxergou uma injustiça, os meios de repará-la e a oportunidade de ganhar muito dinheiro com isso.
        Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento tem um roteiro original escrito por Susannah Grant, uma roteirista experiente. A história segue absolutamente linear, numa linguagem franca e direta, que é a cara da protagonista – a roteirista a conheceu pessoalmente e se relacionou com ela, gravando entrevistas enquanto escrevia o roteiro. Mais tarde, quando Steven Soderbergh entrou no projeto, ele fez revisões no script com a ajuda do roteirista Richard LaGravenese. Algumas cenas foram trabalhadas, acomodando conteúdo expositivo para esclarecer o público sobre as sutilezas do embate jurídico retratado no filme.
        É muito bom ver Julia Roberts entrando em uma nova fase da sua bem-sucedida carreira. E ela dá conta do fardo que carrega: um filme inteiro! E personifica uma mulher inteligente, com múltiplas facetas – ora vulgar, ora vulnerável, mas sempre determinada. Vale a pena conferir e revisitar – aproveitando que está disponível na Netflix!



Fabio Belik é autor do livro Ventania

Um romance com sotaque de cinema. Em 278 páginas narra a história de Daniel, um garoto de 9 anos que em 1969 se vê às voltas com o abandono, vivendo momentos de amadurecimento e superação. À venda no Clube de Autores.



Filme: Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento


Ano de produção: 2000
Direção: Steven Soderbergh
Roteiro: Susannah Grant
Elenco: Julia Roberts, Albert Finney, Aaron Eckhart, Marg Helgenberger, Tracey Walter, Peter Coyote, Cherry Jones, Conchata Ferrell, Erin Brockovich, Edward L. Masry, Veanne Cox, Gina Gallego, T.J. Thyne, Valente Rodriguez, Dawn Didawick e David Brisbin

Comentários

Leia também: