Cidadão Kane: por que ele é tão importante, afinal?

Cena do filme Cidadão Kane
Cidadão Kane: filme dirigido por Orson Welles

COM ELE, HOLLYWOOD CONSOLIDOU SEU PROCESSO DE FAZER FILMES

Cidadão Kane é um filme antigo, sem a velocidade e a fúria das produções modernas, mas merece ser visitado. Os críticos dizem que é o melhor filme de todos os tempos. Mas afinal, por que ele é tão importante? Foi realizado há mais de 80 anos, é todo em preto-e-branco, repleto de cenas demoradas e ainda por cima traz diálogos intermináveis! Por que muitos críticos o consideram o melhor filme já produzido até hoje? Bem, para descobrir, é preciso examinar a obra.
Cidadão Kane conta a história de Charles Foster Kane, milionário dono de uma cadeia de jornais. O personagem foi construído à imagem e semelhança do magnata William Randolph Hearst e interpretado pelo próprio Orson Welles. Garoto pobre, que se tornou um dos homens mais ricos do mundo, quando morre passa a ocupar as manchetes dos jornais. Jerry Thompson (William Alland) é o jornalista encarregado de desvendar a vida do magnata e passa a entrevistar todos os que o conheceram. Aos poucos vai desenhando um retrato preciso de Kane, descobrindo detalhes sobre sua personalidade e sua intimidade.
        Orson Welles tinha apenas 24 anos quando dirigiu o filme. Recebeu carta branca para ousar, depois do estrondoso resultado da sua transmissão radiofônica de A Guerra dos Mundos. Assinou o roteiro junto com Herman Mankiewicz e criou uma história que até hoje funciona muito bem. Costurou uma narrativa não linear, repleta de flashbacks pertinentes e coerentes. No set de filmagem foi meticuloso, ensaiando as cenas e ajustando o roteiro. Usou a maquiagem como recurso dramático. Extraiu do diretor de fotografia Gregg Toland um visual deslumbrante, onde luz, sombra e planos ousados ajudaram a contar sua história. Deu a Bernard Herrmann, a liberdade para compor a trilha sonora de forma independente para as diferentes cenas. 
        Ou seja: filmou de um jeito inovador, desenvolvendo um processo de trabalho que acabou se tornando padrão em Hollywood. Sua influência pode ser vista em filmes de todos os grandes cineastas: Coppola, Kubrick, Scorcese, Spielberg... Assistir a Cidadão Kane é como se debruçar em um grande clássico da literatura. É um filme para ser apreciado com respeito e reverência.
        Recentemente, em 2020, David Fincher realizou o filme Mank, que conta a história de como o roteirista Herman Mankiewicz se envolveu na criação do roteiro de Cidadão Kane. O diretor também mostra a movimentação nos bastidores desse clássico e a repercussão entre as celebridades que menciona. Também vale a pena conferir.

Resenha crítica do filme Cidadão Kane

Data de produção: 1941
Direção: Orson Welles
Roteiro: Orson Welles e Herman Mankievwicz
Elenco: 
Orson Welles, Joseph Cotten, Dorothy Comingore e Everett Sloane

Comentários

  1. Davilmar Santos26/12/2023, 13:05

    Suas crônicas são verdadeiras aulas sobre a sétima arte. Parabéns. Quando sairá o livro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Davilmar!!! Meus projetos editoriais estão andando - a passos de tartaruga, é verdade, mas ainda estão de pé! Em breve terei novidades.

      Excluir
  2. Assisti anos atrás. Filne sério.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Confira também:

Menina de Ouro: a história de Maggie Fitzgerald é real?

Encontro Marcado: explicando para a morte qual é o sentido da vida

Siga a Crônica de Cinema