O Regresso

VINGANÇA NÃO É SENTIMENTO NOBRE, MAS VIROU O ÚNICO MOTIVO PARA SOBREVIVER


O Regresso: filme dirigido por Alejandro G. Iñárritu

Com quais perigos um aventureiro explorador pode se deparar numa terra isolada e inóspita? Índios cruéis? Ursos ferozes? O frio inclemente? Para Hugh Glass o pior foi a perversidade daqueles que o deixaram para morrer. Para os seus inimigos foi a sede de vingança de um homem sem nada a perder. Por O Regresso, filme de 2015, Leonardo DiCaprio ganhou Óscar de melhor ator e Alejandro G. Iñárritu o de melhor diretor. Mas o que nos fica na memória é a fotografia exuberante.
------------------------------
A sequência mais incrível de O Regresso, que não me sai da cabeça, é aquela que expressa toda a ferocidade do... ser humano! A fúria da ursa, que só queria defender suas crias, ficou no chinelo perto da sequência que mostra a batalha entre índios e exploradores logo no início do filme. Iñárritu esbaldou-se na grandiosidade dos planos e na precisão de uma coreografia detalhada, que permitiu exibir seu virtuosismo como diretor. Porém, a fotografia obtida a partir da iluminação natural e as dificuldades nos sets de filmagem parece que roubaram a maior parte da atenção. Mais do que contar a história baseada no romance de Michael Punke, a impressão é a de que todos estavam mais interessados em ganhar prêmios. E ganharam!



Dica de Filme
O Regresso


Data de produção: 2015
Direção: Alejandro G. Iñárritu
Roteiro: Mark L. Smith e Alejandro G. Iñárritu
Elenco: Leonardo DiCaprio e Tom Hardy   

Comentários

Leia também: