Fragmentado: as múltiplas personalidades de um grande ator


Fragmentado: filme dirigido por M. Night Shyamalan

SHYAMALAN ESCALOU UM ATOR QUE VALE POR UMA MULTIDÃO

Em termos comerciais os filmes de M. Night Shyamalan funcionam muito bem. Muitos espectadores não se importam de ser ludibriados, apenas para que no final levem um susto ou sejam surpreendidos pelo inusitado. Mas em Fragmentado, seu filme de 2016, o diretor não se vale de truques sujos para alimentar um suspense intenso e perturbador. Seu trunfo é James McAvoy, que sabe conversar com a câmera e se fazer convincente.
        Esse triller psicológico é um impressionante trabalho de ator. E que trabalho! Narra a história de Kevin Wendell Crumb, um sujeito habitado por 23 personalidades, tratado como um curioso caso clínico. Ocorre que uma dessas personalidades sequestra três garotas adolescentes e as coloca em um cativeiro subterrâneo e impenetrável. Elas lutam para escapar, mas nunca sabem com quem estão lidando. A narrativa ganha contornos de mistérios quando explora a personagem de Casey, uma das garotas sequestradas, interpretada por Anya Taylor-Joy, e ganha em suspense e tensão.
        O ponto focal de Fragmentado é mesmo James McAvoy. Com poucas expressões ele traz à vida algumas das 23 personalidades que habitam o corpo do vilão, num dos mais brilhantes de interpretação que vimos nos últimos anos. Quanto a Shyamalan, é preciso dizer que o diretor amadureceu e mostra um trato ainda mais refinado da linguagem cinematográfica. Como sempre, temperado o suspense e o medo com pitadas inesperadas de algo sobrenatural.
        M. Night Shyamalan gosta de confundir o espectador, ora sonegando informações, ora criando falsas expectativas, só para fazer suspense e chegar a um final surpreendente. Em trabalhos anteriores, a receita beirou o mau gosto, mas em Fragmentado ele acerta. Ao final, revela que Fragmentado tem conexões com seu filme Corpo Fechado e insinua que a trama terá continuidade em Vidro, seu filme de 2019. Os minutos finais, feitos para os iniciados no universo do diretor, nem precisa ser levado em consideração. Eis aqui um filme que vale a pena conferir!



Fabio Belik é autor do livro Ventania

Um romance com sotaque de cinema. Em 278 páginas narra a história de Daniel, um garoto de 9 anos que em 1969 se vê às voltas com o abandono, vivendo momentos de amadurecimento e superação. À venda no Clube de Autores.




Filme: Fragmentado


Ano de produção: 2016
Direção: M. Night Shyamalan
Roteiro: M. Night Shyamalan 
Elenco: James McAvoy, Anya Taylor-Joy e Betty Buckley

Comentários

Leia também:

Junte-se aos seguidores da Crônica de Cinema