A Testemunha

 QUANTAS CENAS MEMORÁVEIS É POSSÍVEL INCLUIR NUM FILME? QUANTAS COUBEREM!



A Testemunha: filme dirigido por Peter Weir

Não espere profundidade psicológica dos personagens nem densidade dramática nas atuações. O filme A Testemunha, de 1985, é um policial para consumo ligeiro, mas muito saboroso. Harrison Ford é o detetive enfrentando tiras corruptos, que se esconde numa comunidade Amish congelada no século XIX para proteger um garotinho indefeso e sua mãe. Mas pode esperar por sequências memoráveis, realizadas com bom gosto por Peter Weir, um mestre em entreter.
------------------------------
Ok, Harrison Ford esbanja carisma e competência, Kelly McGillis é doce e encantadora e o garoto Lukas Haas traz um olhar tão carente e desamparado que qualquer um tem vontade de pegá-lo no colo e confortá-lo como a um filho. Mas não é só por isso que A Testemunha, filme de 1985, funciona tão bem até hoje. A história que ele nos conta é ótima e foi costurada pelos roteiristas com doses corretas de ação e emoção. Os personagens, apesar de estereotipados, são convincentes. E mais uma vez o competente Peter Weir aproveita todas as oportunidades que surgem para criar cenas marcantes e inesquecíveis. Vale a pena rever.

Dica de Filme
A Testemunha

Data de produção: 1985
Direção: Peter Weir
Roteiro: 
William Kelley e Earl W. Wallace
Elenco: Harrison Ford e Lelly McGillis

Comentários

  1. "A testemunha" é um filme para ser assistido repetidas vezes, cada vez saboreando os pequenos detalhes que fazem dele um clássico do cinema. Dois mundos diametralmente opostos que se encontram, como planetas que perderam a órbita e que, no fim, precisam voltar para seu lugar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, e os realizadores souberam nos dar vislumbres precisos sobre esses dois mundos. Nos colocaram num alinhamento perfeito onde pudemos assistir de camarote. Ótimo filme, com cenas memoráveis!

      Excluir

Postar um comentário

Gostou do texto? Deixe sua opinião.

Leia também: