Um Bom Ano

LONGE DO CINEMA INDUSTRIAL E PERTO DOS CLICHÊS DA COMÉDIA ROMÂNTICA


Um Bom Ano: filme de Ridley Scott

Herdar um vinhedo no interior França, resgatar as lembranças da infância e conhecer uma paixão arrebatadora. Em Um Bom Ano, filme de 2006, Russel Crowe passa por tudo isso, mas precisa viver complicações em série antes de alcançar o final feliz ao lado da bela Marion Cotillard. Aqui, a matéria-prima é a previsibilidade. O roteiro é de Marc Klein, baseado no romance de Peter Mayle. E a direção é de Ridley Scott, que tenta aqui um arremedo de filme autoral.
------------------------------
Juntando a dupla Ridley Scott e Russel Crowe, logo pensamos no filme... Um Bom Ano? Uma comédia romântica? Jura? Que surpresa! Essa produção de 2006 é um ponto fora da curva na carreira do diretor e desagradou a crítica – talvez prefiram seu nome ligado aos filmes contundentes. Porém, acertou na leveza e no tom despreocupado. A história é simples, salpicada de clichês e tem final previsível. Mas pensando bem, não é exatamente isso que se espera de uma comédia romântica? O mocinho fica com a mocinha interpretada pela exuberante Marion Cotillard e o espectador fica com o prazer de experimentar como é a vida num lugar pitoresco e sofisticado, onde adoraria passar as férias.


Drops de Cinema
Um Bom Ano

Data de produção: 2006
Direção: Ridley Scott
Roteiro: Marc Klein
Elenco: Russel Crowe e Marion Cotillard

Comentários

Leia também: