Invictus

UMA HISTÓRIA INCRÍVEL, CONTADA POR UM DIRETOR COMPETENTE E UM ATOR QUE SE CONFUNDE COM O PERSONAGEM



Invictus: filme dirigido por Clint Eastwood

        Quando Nelson Mandela morreu, em 2013, um comerciante indiano da cidade de Coimbatore fez questão de homenageá-lo. Mandou instalar um painel de publicidade com uma mensagem edificante, ilustrada com uma foto de... Morgan Freeman! A gafe correu o mundo e serviu para demonstrar a competência do ator ao interpretar o ex-presidente da África do Sul no filme Invictus, realizado em 2009 por Clint Eastwood.
        Mais uma vez o diretor americano mostrou que tem faro apurado para as boas histórias. Essa lhe chegou às mãos pelo próprio Morgan Freeman. O ator há muito nutria o desejo de interpretar Mandela, de quem se tornou amigo pessoal. Encontrou-se diversas vezes com o líder político e estudou seus gestos e modo de falar. Quando conheceu John Carlin, autor do livro Playing the Enemy: Nelson Mandela and the Game that Made a Nation, Freeman apresentou a Mandela a ideia de transformá-lo em um filme e conseguiu sua aprovação.
        O roteiro de Anthony Peckham, objetivo e repleto de cenas bem articuladas, ganhou nas mãos de Clint Eastwood uma leitura direta e sem firulas. Conta a história real de como Nelson Mandela conseguiu usar o rugby, esporte adorado pelos brancos de seu país, mas desprezado pelos negros, como meio de promover a integração de uma nação ainda em crise após o desmantelamento do apartheid. Para isso, Mandela convocou e incentivou François Pienaar, o capitão da equipe da seleção sul-africana de rugby interpretado aqui por Matt Damnon. Depois, vestiu ele mesmo a “camisa número um” da torcida.
        A história é tão incrível que parece uma obra de ficção, mas aconteceu como Clint Eastwood nos mostra em Invictus. As cenas de esporte, captadas com grande habilidade, ressaltam o vigor do rugby e empolgam até mesmo quem não conhece suas regras. Há momentos emocionantes, que simbolizam o drama e a vida pessoal de um dos maiores líderes do planeta.
        Mas não vemos aqui uma obra cinematográfica interessada em falar de política. Tudo o que o diretor quer é nos contar essa história incrível com uma boa dose de empolgação. E consegue! Quando o filme termina, é o espectador quem fica com o sentimento de vitória, graças à atuação impecável de Matt Damon e do trabalho primoroso realizado por... Morgam Freeman.



Fabio Belik é autor do livro Ventania

Um romance com sotaque de cinema. Em 278 páginas narra a história de Daniel, um garoto de 9 anos que em 1969 se vê às voltas com o abandono, vivendo momentos de amadurecimento e superação. À venda no Clube de Autores.



Filme: Invictus


Ano de produção: 2009
Direção: Clint Eastwood
Roteiro: Anthony Peckham
Elenco: Morgan Freeman e Matt Damon


Comentários

Leia também: